Cati Rose: caminhos de amor, fé e fretado

A fé move montanhas, aviões, trens, fretados e um verdadeiro caminhão de dinheiro: em 2017, foram ao todo 15 bilhões de reais movimentados pelo turismo religioso no Brasil em seus mais de 300 diferentes destinos, e 20 milhões com receita direta gerada pelas viagens, de acordo com estudo do Sebrae Santa Catarina. O setor realmente é grandioso, e segue em tendência de crescimento.

Olhados mais de perto, contudo, esses números ficam pequenos diante da devoção e do amor de quem dedica uma vida para aproximar as pessoas daquilo que acreditam. É o caso de Sandra Cristina Chiconato Sousa, vendedora de cosméticos e “cliente Cati Rose há mais de 39 anos”. História longa, que começa em outra geração: seu pai era funcionário de uma companhia do setor metarlúrgico de São Bernardo do Campo cujos fretados também são operados pela empresa de transporte. Conhecedor da qualidade dos serviços da empresa, iniciou a organização de excursões aos finais de semana junto com a Cati Rose, com a filha desde criança frequentando os ônibus rumo à Aparecida.

Mal sabia que isso daria até em casamento: Sandra conheceu o marido durante as excursões. E, a partir dali, firmou uma parceria de vida também para a fé. Além do dom de organizar passeios, herdou do pai também a vocação de romeira. Apesar de fazer viagens para vários destinos, seu carro-chefe são as romarias e, em 2018, já foram duas viagens para Aparecida, e uma terceira já está programada para novembro. “Onde eu moro, o pessoal me cobra muito e por isso eu sempre faço romaria, o que é um grande prazer, pois eu tenho uma fé muito grande em Nossa Senhora”, conta a vendedora.

E quando questionada sobre a parceria com a Cati Rose, se derrete e diz que já perdeu as contas de quantas viagens fez com a empresa. “É um prazer imenso viajar de Cati Rose. Não tenho nem o que falar”, afirma, completando também que leva romeiros para Cachoeira Paulista, outro destino de turismo religioso do Vale do Paraíba. E, de acordo com a empreendedora, não é só ela que fica feliz com os serviços da empresa de transporte. “Meus passageiros adoram [a Cati Rose]. Sempre falam ‘- Que empresa boa! Tudo limpinho, organizado, ainda bem que vamos de Cati Rose’”, revela.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *